sábado, janeiro 22, 2011

A minha cozinha...

Perdi o apetite. Hoje de manhã tinha tantas ideias do que cozinhar hoje (e comprei uns bons ingredientes...), tanta vontade de fazer um bom jantar. Pois comida para mim. Mesmo que eu pense que sei cozinhar pelo menos alguma coisa, nada que faço serve pro marido. E aí fico deprimida, com vergonha de entrar na cozinha, sem apetite apesar de muita fome. O pior é que sinto muita falta de cozinhar e de jantar a dois. Quer dizer, tem momentos que sinto muito só.

4 comentários:

Sandra Hellen disse...

Teea...sabe que logo quando casamos eu tb morria de vergonha de cozinhar?! O Mauri cozinha muitooo bem e sempre gostou de cozinhar (amém), então quando eu queria fazer uma surpresa e preparar algo especial ficava nervosa! E verdade seja dita, muitas vezes minha comida ficava uma merda...mas assim mesmo ele colocava ketchup e comia tudinho dizendo que tava uma delicia...kkkkk.
Essa fase passou agora e quando to afim cozinho mesmo e se vejo que não ficou bem digo logo: Quer ketchup amor?! :-))

Teea disse...

:) essa de ketchup foi boa :)
Só que a comida que eu gosto é totalmente diferente da dele. Eu não como carne, ele não come peixe. Eu gosto dos antipastos/tapas/entradas frias/ saladas/queijos gostaria de preparar cada detalhe... Adoro mesmo fazer essas coisas, e agora já nem faço para mim. Já estava melhor com tudo isso, mas o problema é que já nem quero fazer comida para mim.
Bjos

Lu disse...

Teea se a comia nunca táboa pa ele , cozinha só pra vc! eles sabem se virar na cozinha, aqui eu boto o marido pra cozinhar, pois se reclamar da minha comida vá e faz melhor então, não sou nenhuma chef, o que eu estava acostumada a comer no Brasil é algo mais simples e nada complexo como o Tero gosta, uma vez a casa quase caiu aqui pois fiz comida mas não fiz arroz e ele fez um comentário! sendo que ele não gosta de arroz, aprendi que antes de agradar o outro temos que aprender a agradar a si mesmas, isso se chama amor próprio.

Teea disse...

Lu, assim estou fazendo, mas não gosto, porque eu queria sim poder cozinhar para os dois, jantar juntos etc. Mas tudo bem, com o tempo me acostumarei, talvez.

beijos