domingo, dezembro 28, 2008

Diário de viagem, parte 3


(27/12)
Como talvez possam imaginar, fiquei doente depois daqueles dias "fracos", ou seja: já estava com febre, mas preferi não acreditar nisso.
Já estou melhor, com alguma dor de garganta (qual o médico não achou a razão da febre), mas estou melhorando aos poucos, acho e espero, pois amanhã tenho que conseguir ir ao show de Ivete!

Estes dias foram mais ou menos bons, sem chuva, com muito vento e dias parcialmente nublados. Na verdade tá bem assim, não tenho como reclamar. O mar está maravilhoso, muda a cor o tempo todo, até o tenho visto perto da cor azul-turquesa, muito lindo.

A vila já está cheia de turistas que vieram pro reveillon. Não sei se gosto muito, até peguei um susto com a quantidade de adolescentes (e com o jeito deles -quase finlandês- de "fazer festa"), mas por outro lado: pelo menos aqui tem agora mais gente que já vi :) Só que entendo ainda melhor do que é que eu gosto de verdade...


(28/12)

Ontem de noite já entrei um pouco no clima de festa e apesar de primeiro ter pensado "que horror este reveillon", já acho que pode ser bom, se conhecer pessoas legais e tal. Só que sozinha escutando o barulho dos outros não dá mesmo!

Os pequenos problemas de saúde continuam; agora com estômago e por isso hoje de manhã passei pela farmácia --> parece que os remédios ajudam. Como sabem, hoje a noite tem que ser sem surpresas negativas! Agora mesmo soube que umas meninas argentinas (que estão hospedadas nesta mesma pousada) também vão ver Ivete hoje (se conseguem comprar ingressos ainda) e vamos todas juntas (primeiro jantar e tomar umas). De certa maneira é um alívio, parecem simpáticas, também falam português etc.


E só para causar um pouco de inveja (para aqueles que vivem na escuridãolândia): hoje on dia foi o máximo! Um sol lindíssimo!

quinta-feira, dezembro 25, 2008

Diário de viagem, parte 2

Ivete

Finalmente consegui comprar o ingresso pro show de Ivete no dia 28/12! Primeiro a minha intenção realmente foi comprar o pacote Vira Virou inteiro*, mas depois desisti da idéia e pensei que seria suficiente ir ver Ivete e Asa, como agora se vendem dias separados também. O problema é que cobram muito pela Trivela com Asa (no dia 29) e por enquanto acho que não vai dar para ir. E no dia 31 mesmo, pode ser qualquer outra coisa também, né?

(* Ás vezes é incrível como hoje em dia ainda não dá para comprar ingressos facilmente online, morando na Finlândia e querendo comprar pacote Vira Virou em Arraial. Faz uns meses pesquisei como seria possível comprar na internet: 1) Encontrei um site onde deu para pagar com cartão de crédito, mas devia ser entrego à casa (só dentro de Brasil, lógico). 2) Outro site que parecia uma maravilha: podia-se pegar o ingresso quando chegar em Arraial, MAS pagamento só depositando à conta bancária brasileira (o que é difícil/meio impossível, da minha própria experiência). 3) Falei com a dona da pousada se eu pudesse mandar dinheiro para ela (para ela me comprar o ingresso no Parracho) via Western Union (junto com o pré-pagamento da hospedagem) e até que teria dado certo se não houvesse uma greve de um mês nos bancos aqui no Brasil... Então fazer o que...? Muitas vezes penso que aqui se faz tudo que faz a viagem dos turistas estrangeiros difícil. Também vejo que "por acaso" aqui quase só tem turista brasileiro. Nem que me importasse, mas mesmo assim.)

Natal, preguiça

Escrevi este na mesma hora que em Turku se reúnem para come
çar a ”paz de natal”. Então feliz natal para todos! Aqui choveu muito esta noite e ainda continua a chover. (São 7h de manhã agora.)
Hoje de noite deve ter uma festinha de natal aqui na pousada. Devia comprar algum presente, mas claro que por causa da preguiça enorme ainda não comprei nadinha. Espero que a chuva pare, assim poderia ir ao Porto (Seguro) hoje de tarde. Também queria ir lá para conhecer as praias e aquelas mega barracas, mas com esta chuva não dá.
Tenho muita preguiça de atravessar o rio, aqui no sossego tá tão bom! Ontem e anteontem fui à praia de Pitinga, tudo de bom! Ainda me falta seguir até Taipe, mas um dia destes vou pra lá.
Também tenho muita preguiça de começar a tirar fotos, ontem de noite tinha câmera comigo e aqui podem ver o resultado. Dá para ver que ainda falta muito para eu ficar de cor baiana... (foi para mostrar a fraca marquinha de biquini, mas pelo visto meu cabelo está grande demais de novo...)



Porto Seguro, Chuva

A chuva parou e resolvi ir ao Porto, à praia de Taperapuan, onde fica por exemplo a barraca Axé Moi. Mas aconteceu que come
çou a chover muito logo quando cheguei no Porto. E não foi/é nenhuma chuva quente nem fraca. Fiquei lá passeando com roupa molhada (tipo uma miss "wet t-shirt"...) um tempinho, estava morrendo de frio e assim nem teve jeito de fazer compras (apesar de já ter visto uns sapatos bonitos...), tive que voltar mesmo a Arraial, tomar um banho quente e vestir a roupa mais quente que aqui tenho.
Então Axé Moi fica pra próxima. Acho que sempre tenho um pouco azar em conhecer aquela cidade noutro lado do rio.

Natal 2

Infelizmente dormi a tarde e a noite de natal toda, sem sair do quarto. Estava morrendo de frio e com uma dor de cabe
ça terrível. Hoje de manhã ainda fiquei assim tonta, mas quando o sol apareceu de novo (só depois de meio-dia) já fiquei um pouco melhor. Mesmo assim, ainda me sinto um pouco fraca.

Beijinhos da Bahia

domingo, dezembro 21, 2008

Amizades

Vocês já fizeram amizades no avião? Pelo menos uma conversa agradável com a pessoa que estava sentada ao seu lado? Isso é comúm, embora eu não sempre queira começar uma conversa com os desconhecidos. Por outro lado, às vezes é até mais fácil falar com as pessoas que não saibam nada sobre mim :) Depende do dia, da pessoa, de muitas coisas enfim.

Uma vez (em janeiro de 2007), quando voltei da Bahia, tinha chorado o dia inteiro antes de ir ao aeroporto e no aeroporto essa loucura só piorou. Quem me conhece faz mais tempo, deve se lembrar dessa viagem, dessa saudade, dessa paixão... Mas não foi para falar disso, porém das amizades. Aí entrei no avião, com essa cara que tinha chorado o dia todo, de olhos vermelhos e claro que tristes. Conheci o Carlos, um baiano que mora em Portugal. Seu jeito tranquilo e amistoso me ajudou para parar de chorar e ainda mantemos contato (não muito, mas pelo menos eu o considero um amigo).

Julho passado também conheci uma pessoa bacana no meu caminho de Barcelona a Lisboa. Ele é português, mas mora no Ceará. Também mantemos contato e espero que um dia ainda tenha o prazer de encontrá-lo de novo e conhecer melhor. Vamos lá ver...

Diário de viagem, parte 1

Viagem

Então aqui estou no Brasil. A viagem, apesar de ter sido longa, correu bem. Li um livro e meio, dormi um pouco depois da primeira refeição. Foi um vôo calmo de todas as maneiras; sem crianças difíceis/barulhentas e enfim, sem muito cansaço.
Fiquei positivamente surpreendida com o atendimento de KLM, teve refeição e/ou bebidas o tempo todo e tanto quanto se reclama da comida no avião (em geral), na minha opinião a comida ao bordo nesta vez esteve uma das melhores que tive até hoje. Como sempre peço, tive comida vegetariana e pelo menos essa estava "muito" boa.
Li/terminei o livro "Depois de ti" de Diana Mendonça. Uma história de amor talvez um pouco esquisita, mas valeu a pena ler. Depois comecei a ler o "Português Suave" de Margarida Rebelo Pinto. Adoro! O jeito dela de escrever é algo que gosto mesmo!

(Este post foi escrito nas horas de insônia em São Paulo, onde tive que passar uma noite antes de continuar à Bahia. Só que apesar do prometido, não teve internet gratuita no quarto e não tinha a mínima vontade de pagar por algo que pensei que não devia.)


Na Bahia

A minha boa sorte com os vôos continuou e cheguei em tempo previsto a Arraial d'Ajuda. Assim tive a tarde de sábado para curtir na praia e fiquei na barraca mais próxima da pousada: Corujão. Depois da praia dormi um pouco, não teve outro jeito mesmo... Mas recuperei e de noite fui jantar (moqueca de camarão, surpresa...) e depois fui tomar uma caipirinha de maracujá tudo de bom. Ai como eu amo essa bebida! Acho que faz me sentir muito melhor (e doida, de certa maneira... ) do que qualquer outro drinque, rs. Então que tenham cuidado, todos os baianos lindos! Só que ontem não deu para fazer mais nada, estava com sono ainda/já e precisei de dormir. E adivinhem: dormi oito horas (quase) seguidas (coisa que não tem acontecido nos últimos tempos!), apesar de todo tipo de barulho que aqui faz. Nem gosto de dormir com ar ligado, mas tem que ser assim por causa dos mosquitos que me amam muito. Nossa, a minha sangue nórdica/fria deve ser toda gostosa! Ainda bem (??) que alguém gosta de mim.

Na praia

Hoje (no domingo) o dia amanheceu lindo. Acordei às 6h30, cheia de energia e ansiosa pra fazer a minha primeira caminhada (de manhã) na praia. Essas caminhadas não são nenhum grande exercício, é só curtir o nascer do sol, o sossego da praia, o mar calmo. E depois é muito bom ir tomar café. Sim, aqui tomo café literalmente! Nada melhor do que café brasileiro com leite para começar o dia! Não sei se seria tão bom na Finlândia, mas mesmo assim, aqui simplesmente faz parte, pelo menos nos primeiros dias de férias.

Depois de ter tomado o café com calma, conversando com a Mile também, fui me arrumar pra praia de novo. O que mais podem esperar de mim?
Fui até a praia de Pitinga, mas resolvi voltar um pouco e ficar numa barraca nova, Target, que foi realmente legal, com um atendimento bom. Mesmo assim, não fiquei o dia inteiro lá. Na volta parei ainda numa outra barraca para comer aipim frito.

Conversas deste dia:

G1: Você é do sul?
A loira: Não, sou do norte, ou mais precisamente: nordeste :)

G2 (na hora de pedir a conta): Por que é que comeu aipim? Devia ter escolhido qualquer grelhado, algo mais nutritivo.
A loira (com saco cheio já): Podemos combinar que você cuida de você mesmo e eu cuido de mim que eu sei do que gosto. (Poderia ter continuado: Então por que é que tem aipim frito no cardápio se não se devia comer esse tipo de comida pouco saudável? Ou por que é que não reclamou que também tomei bebida alcoólica, ou que tomei sol, coisa mais perigosa do mundo, ou simplesmente viajei ao Brasil, por sinal também muito perigoso... )

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Férias :)

Depois de amanhã chegarei a essa praia... já está tudo mais ou menos pronto, apenas os sapatos causam problemas. Tenho tantos que queria levar comigo...

Tive sorte de ter uns dias tranquilos no trabalho nesta semana, apesar de todo mundo querer ter tudo pronto antes de natal. Por outro lado tive azar de ter dor de dente ontem e hoje, o que me obrigou a marcar consulta no dentista ainda para hoje. Assim também resolvi ficar em casa este dia, trabalhei um pouco, mas praticamente já estava em férias. Agora me sinto calminha, sem muito stress. Só espero que consiga dormir um pouco (pouco, mas bem) antes de viajar, pois tenho que acordar bem cedo. Além do problema com o dente, tenho sofrido de insônia e podem imaginar o cansaço contínuo... espero que fique melhor depois de uns dias, claro que sei que a viagem cansa muito e é provável que os primeiros dias acordarei já de madrugada. O lado bom é que dá para aproveitar o amanhecer e as caminhadas gostosas na praia cedo de manhã - coisa melhor não há!

Beijos, e feliz natal para todos vocês! (se por acaso já não dou notícias antes de natal)

domingo, dezembro 14, 2008

Viajar sozinha

Desculpem por ter demorado muito, mas o cansaço já tá incomodando bastante. Ando semanas (se não até meses) a dormir péssimo e o resultado já está bem visível. Mas tudo bem, faltam poucos dias pras minhas férias, que provavelmente vou passar recuperando deste cansaço, ficarei de molho na praia ou na rede do meu suite na pousada, qualquer coisa. Como a previsão do tempo continua a ser chata, pode ser que fique mais tempo na rede com um livro e/ou com iPod. Mas deixamos isso pra lá, de qualquer jeito estou super ansiosa para voltar à minha Bahia, essa terra maravilhosa! Espero conseguir comprar ingresso para os shows de Reveillon, pois preciso de ver pelo penos Ivete!

Sim, vou viajar sozinha. Sempre (ou quase sempre) viajo sozinha, seja por falta de companhia ou simplesmente porque quero assim. E apesar de todos os sentimentos que lhes escreverei ou que passam pela minha cabe
ça, já lhes digo que viajar sozinha é tudo de bom e ponto no final. Tem gente que não entende isso, mas mesmo assim fico com a minha opinião com muito orgulho. E claro que não troco essa delícia de viajar/viver só por pouca coisa...

Sei que às vezes é chato jantar sozinha, o tempo passa devagar nessas situa
ções, mas nada que impedisse jantar e curtir - é diferente estar sozinha, mas não quer dizer que seja desagradável, né? Já nem penso muito nessas coisas/"problemas" tradicionais de viajar sozinha, aceito as condições assim como são. É melhor assim. Claro que não gosto muito do atendimento péssimo que se encontra algumas vezes por causa de estar só (ainda se lembram dos meus posts da Bahia? Acho que escrevi algo no início deste ano...). Também não gosto de pagar mais por quase tudo, mas fazer o que. Prefiro pagar a não viajar.

E por que escrevo sobre isto agora? Ou seja, por que prometi este post depois da minha viagem a Lisboa? Acho que sou humana, enfim. Tem momentos que me sinto só, sem querer, e apesar de lutar e tentar não deixar estes sentimentos aparecerem. Às vezes é cansativo tentar combinar algo (com latinos é muito mais difícil ainda), pois já me decidi não combinar nada porque só fico chateada quando acabo de esperar em vão alguém que nunca aparece (pois isso é algo que ninguém merece!), mas mesmo assim, tem momentos quando queria ter alguém para conversar, para passear, para jantar, não necessariamente para ficar o dia todo/a semana toda com ele(s), mas para passar um tempinho e trocar idéias. Normal, né?

Em geral, aceito bem a vida solitária que tenho, mas com a idade às vezes fico preocupada. Sim, apenas por causas egoistas fico pensando se vai ficar difícil viver só até... até que estarei muito velha e talvez doente. Mas não incomodo vocês mais com esses pensamentos, enfim é apenas o meu egoismo que faz preocupar com essas coisas "se uma vez não consigo me levantar da cama - quem me ajuda, quem cuida de mim?".

Então, é verdade, mais uma vez viajarei sozinha. Não vai ter nenhum baiano lindo (nem feio) me esperando no aeroporto, podem crer. Não quer dizer que não tivesse uma pequena esperan
ça (bem positiva) de ter boa companhia nesta virada de ano... Depois se vê, quer dizer: não acredito antes de ver com os meus próprios olhos. :)

Beijos para vocês, fiquem felizes sempre!


domingo, dezembro 07, 2008

Contagem regressiva...

Já estou com uma louca vontade de me sentar numa barraca de praia, tomar uma Skol e aipim frito...

Ainda faltam 13 dias para eu chegar na minha Bahia. A viagem vai ser longa e complicada, mas melhor não preocupar muito com isso. Também soube que agora está impossível trocar dinheiro (reais) aqui, mas esse não pode ser nenhum grande problema, acho...

Já volto a escrever, ainda lhes devo um post prometido e vou tentar encontrar tempo e paciência para fazé-lo. Então até mais!

Beijos, boa semana para vocês!

sábado, dezembro 06, 2008

Dia da Independência

Se quiserem saber das minhas tradições do Dia da Independência, melhor procurar os meus post antigos (dezembro 2007 e 2006, talvez). Só posso dizer que está ficando uma tradição assistir DVD de Ivetina. Faz tempo que não assisto "Multishow ao vivo no Maracanã" e estou adorando, quase chorando, rs. Espero encontrá-la no final deste mês no Parracho :)

Boa independência a todos
!

sexta-feira, dezembro 05, 2008

60 anos

Hoje foi um dia especial e único: os meus avós fizeram 60 anos de casados.
Vamos ver se alguns de vocês conseguem chegar até lá :) Boa sorte! (O meu caso já é impossível, rs)

domingo, novembro 30, 2008

Sapatos

Certo, gosto de sapatos, mas acho que há mulheres que gostam ainda mais e pelo menos têm melhor gosto etc. Enfim meu gosto é bem simples, não uso muito saltos altos etc. Pois aqui no fim do mundo, onde a maioria de tempo neva ou chove, deviamos ser mais práticos(as) do que "bonitos", né? Cada manhã que saio de casa, tenho que pensar "que sapatos vou estragar hoje". É uma chatice, dá para sentir raiva todos os dias, além do fato de ter que vestir tanta roupa que sinto mal humorada (e pesada!!) já ao sair pro trabalho. Ninguém merece, casaco sobre casaco, pés molhados e sapatos sujos...

Mas não é apenas aqui que fica difícil. Em Lisboa também tem alguns desafios. Não, não estou falando da chuva destes dias, porém das ruas...










Como é que as mulheres conseguem andar com saltos altos nas ruas como essas? Ou sou apenas eu que não aprendo essas coisas femininas? Por acaso, encontrei um bom post sobre o tema, ela já falou tudo por mim!

Ontem foi uma noite divertida, porém calma. Para ficar no tema de sapatos: ontem também foi difícil decidir o que vestir e acabei saindo com umas botas não tão confortáveis (em Lisboa tentei andar com elas, mas foi impossível), mas acho que cada vez me sinto melhor com elas...
Então fui jantar com as minhas queridas amigas finlandesas, Sari e Laura. Depois encontrei com uns tugas no Molly Malone's. Nesta vez consegui voltar de trem pra casa, pelo menos poupei um pouco de dinheiro assim. (Só que hoje comprei na net uma nova câmera digital, então já não sei qual é que foi a poupança...)

E aí vem nova semana de trabalho - beijinhos e boa semana a vocês!

sábado, novembro 29, 2008

Alfama

Se faz uns dias tivemos muita neve, agora já quase não temos e olhando a previsão de tempo podemos ver que dezembro começará chuvoso...

Verdade, os meus posts faltam criatividade e por isso ainda não consegui voltar ao tema Alfama ou aos outros temas prometidos.

Agora vou tentar, vai ser rápido (acho) e pouco criativo, mas vamos lá!

Vocês, caros leitores, já sabem como é a minha paixão por Lisboa. É enorme, mas ao mesmo tempo é um relacionamento de amor e ódio. Devido ao fato de ter morado em Portugal, sempre tem coisas que me irritam.
Tem coisas irritantes também aqui no fim do mundo, claro! Enfim, acho que amor é que sempre vence, ou pelo menos até agora foi assim. Depois da minha última viagem pra lá pensei que Lisboa já não gosta tanto de mim como eu gosto dela, tive até pensamentos que nunca mais voltarei. Foram uns momentos que não tudo correu bem (na minha cabeça...), mas acho que hoje já penso como sempre pensava e sinto muitas saudades dessa cidade, essa saudade que só se pode sentir de Lisboa, e da luz dela.

Quando passo férias de verão lá, só vou à praia e às vezes saio de noite, não fa
ço mais nada. Nada de roteiros turísticos, nada que melhorasse meu conhecimento da cultura etc. Então quando vou fora de época da praia, curto mais dias nas ruas (oops, acho que mesmo assim perco a maioria do tempo nos shoppings...). Não quer dizer que fizesse algo de especial, mas para mim o melhor passatempo é andar sem fim, não me canso com os miradouros de Lisboa. Gosto de me perder nas ruas de Alfama, isso também porque odeio andar com mapa, apesar de sempre ser turista não quero mostrar isso mais do que é preciso. Sim, mais uma peculiaridade minha.

Nesta vez (faz 3 semanas já) me perdi tanto que encontrei a Feira da Ladra, onde nunca antes tinha ido. Às vezes pensava em ir, mas desisti porque tinha pregui
ça de a procurar ou ir nos dias que tem feira lá. Bom, agora que a encontrei (num sábado), não achei grande coisa, quase posso dizer que foi uma decepção (apesar de pensar que tudo vale a pena conhecer). Não gosto de comparações, mas para mim Rastro em Madrid tem mais graça. Talvez Feira da Ladra seja mais autêntico, quem sabe. De qualquer maneira foi bom saber como é, certo?


Acho que não é preciso falar da beleza dos miradouros (das vistas) da Graça e de Santa Luzia. Quem conhece, sabe como são maravilhosos!


Acho que foi só isso por hoje, devo ir a academia agora e mais tarde hoje vou jantar com duas amigas queridas! Depois talvez continue a um bar ou outro, quem sabe...

Beijinhos, bom fim de semana para todos!

quarta-feira, novembro 26, 2008

Companhia do Chapitô


Hoje de tarde tive uma reunião em Leppävaara (em Espoo), e ao chegar lá a vista na estação estava feia: teve um incêndio numa área de construção, que pelo visto conseguiram apagar logo e não causou perigo nenhum, só que chamou atenção e foi visto de longe.


Outra foto de Espoo (tirada hoje também) já acho mais linda: Centro cultural que fica em Tapiola. Aí é que fui assistir a peça do teatro "O Grande Criador" da Companhia do Chapitô. Não sabia bem o que esperar, mas acabei gostando, foi divertido. E como já adoro o terraço/bar do Chapitô, tinha muita curiosidade de ver uma peça da companhia também ;) Vou ter que conhecer melhor essa casa em Lisboa ainda... quem sabe ano que vem?!

(Na foto: vista do Chapitô - chata, né?)

Falando do Chapitô seria bom fazer aquele post sobre Alfama também, mas me desculpem, estou super cansada agora e tenho que ir dormir - os dias tem sido longos demais (na segunda tive mais uma festa de natal que demorou mais do que devia sendo no início da semana), então tenho que arrumar tempo para dormir bem...

Beijos

terça-feira, novembro 25, 2008

Nevelândia


Ontem tentei tirar fotos da primeira neve que caiu anteontem (continuou a nevar ontem e acho que um pouco hoje ainda). O problema é que costumo sair da casa bem cedo, quer dizer muito mais cedo do que amanhece nesta escuridãolândia. E quando saio de trabalho, já está "noite" de novo. A minha câmera também não é das melhores para tirar fotos de noite, então o resultado ficou confuso. Mas é só para lhes dar uma idéia. Podem imaginar que a minha contagem regressiva me faz ansiosa e estou sonhando muito com as praias baianas e com o sol lindo, claro!


Só para não esquecer do meu reggaeton

Llamado de emergencia / Daddy Yankee:

domingo, novembro 23, 2008

Sobre Finlândia

Neste dia feio fiquei navegando na net, encontrei algo interessante e também me lembrei de alguns outros posts nos blogs que de certa maneira queria comentar. Acho que encontrei todos estes no portal da Lusofin, então agradeço mais uma vez ao portal por existir :) E se quiserem comentar os posts, façam nos próprios sites, é melhor assim, né?

Então aqui vem o primeiro: 6 motivos para não vir para a Finlândia. Na verdade concordo com muita coisa, mas claro que deve haver pessoas com outras opiniões. Se nota uma coisa: não sou a única pessoa neste mundo que chama este país de fim do mundo, rsrs.

Outro tema que se repete todo o tempo nos blogues é "Finlândia é um país exemplar". Esse tema cansa muito... ainda mais porque aqui estamos preocupados com as mesmas coisas das quais se falam fora que são uma maravilha.

Na Finlândia é tudo ao contrário
Ah, a Finlândia...
O exemplo que vem da Finlândia (nesse caso o exemplo já não foi tão positivo, rs)

Acho que é só isso por hoje, boa noite!

Inverno, festas

Agora sim a neve chegou a Espoo! O tempo está horrível, neva e venta muito, é esse vento frio que não faz bem aos meus dedos nem à minha pele, então quando não for obrigatório, fico no calor da casa à vontade!

Este fim de semana foi legal, mas cansativo. Fui à festa duma colega do trabalho na sexta, foi bem divertido, com muitas risadas e com uma boa comida e bebida.


Ontem então acordei confusa, com dúvidas se tiver energia para ir ao Festival Balacubaco no Tavastia. Mas me levantei e fui comprar ingresso pra noite. Aproveitei o tempo livre e também gastei algum dinheiro com roupas...
A noite foi legal, nunca antes tinha ido a Tavastia, que é um dos clubes de rock mais famosos e tradicionais em Helsinque. Também gostei dos shows, especialmente do Farofa Carioca.


A nova semana está a começar e vai ser com muita programação de novo: encontros com amigas, teatro, trabalho, eventos relacionados ao trabalho... espero ter tempo para academia também, já que não tenho ido tanto como queria e devia. Agora não dá para esquecer que daqui a 30 dias estarei na Bahia e vestindo biquini :) Não vejo a hora de chegar a Arraial d'Ajuda, vai ser bom demais!

Ainda lhes devo uns posts de Lisboa, vou ver se arrumar um tempinho para repensar essas coisas.

Beijos, boa semana!


quinta-feira, novembro 20, 2008

Primeira neve?

Oi amigos!

A gripe já passou, ou pelo menos a febre desapareceu logo no fim de semana e assim já me sinto melhor, trabalhei normalmente a semana toda, mas ainda ontem me senti estranho na academia. Então acho que é preciso levar as coisas com mais calma, mas em geral estou ótima.

Hoje a primeira neve chegou a muitas partes de sul da Finlândia. Quando saí de casa de manhã deu para ver um pouquinho de neve (nada de neve neve, mas um pouco de neve já quase derretida no chão). Então pelo visto em outras cidades teve neve mesmo, aqui foi mais difícil... A foto abaixo foi tirada em Helsinque (em Katajanokka, onde trabalho) hoje ao meio-dia e podem ver que tá tudo preto/cinza, nenhum sinal de neve.


Neve ou não, frio já faz. Os dias são terriveis com vento, chuva, 0 grau. Na verdade este tipo de tempo é o pior possível para os meus dedos (e dedos dos pés também). Não sei se dá para ver na foto como é que ficaram (mais uma vez) na terça-feira; um dedo branco, outro normal, e mais um branco...

Mas tudo bem, depois dessa foto fomos (com a Annina) à prova de vinhos do Porto, foi uma delícia e esquentou, lógico! Se agora o Papai Noel me perguntasse o que é quero como um presente de natal, já saberia escolher um vinho ótimo :) Mas acho que não tenho me comportado nada de bem, devo ficar sem presentes mais uma vez...

Bem, mais um fim de semana está chegando e teria mais festas do que quero/preciso/aguento. Vamos ver no que dá nesta vez!

Um beijo e bom fim de semana!

sábado, novembro 15, 2008

Gripe


Oi gente,

Nesta vez a gripe pegou forte, fiquei em casa na quinta (de tarde) e na sexta (se tirarmos uma reunião que não pude cancelar mais). Foi chato, pois tinha/continuo a ter muito trabalho depois de uns dias de férias e não só por isso. E como não sou uma dessas pessoas que ficam doentes (faltam do trabalho) com frequência, foi difícil admitir que agora é a minha vez. Ao mesmo tempo, acho que quando estiver com gripe e com febre, é melhor ficar em casa mesmo - por si mesma e por outros. Isso é que sempre digo aos colegas gripados e agora foi preciso seguir esse caminho (também altamente recomendado e apoiado pela médica do trabalho, e pela minha chefe).

Um amigo já brincou (bem, não sei se gostei da brincadeira, com a minha saúde não se brinca...) comigo e disse que esta gripe foi castigo por tantas compras feitas em Lisboa. Mas que isso, eu só comprei coisas que devem fazer bem à saúde e à alma: sapatos e livros. O que é que tem errado nisso? ;) Nada! Mas daí chegamos ao fato que realmente foi um sinal de que chegou o tempo de parar um pouco. Tenho tido um outono excecionalmente agitado, muitas festas boas (adorei todas!) e pouquíssimo desse sossego que preciso nos finais de semana. E ainda esse fim de semana em Lisboa: loucuras no Bairro Alto que nem todas me fizeram muito contente comigo mesma. Mas tudo bem, tudo isso faz parte da vida, de viver a vida ao máximo - e a vida traz consigo sempre coisas boas e menos boas, não é?

Bom, ainda estou gripada, mas acho que a febre já passou. Já não estou tão sem for
ça, até posso pensar em ler um livro etc. De qualquer jeito poderei esquecer da festa duma amiga hoje. É uma grande pena não poder ir, mas tem que ser assim.

Eu aqui já vou come
çar com a contagem regressiva (pra minha Bahia) - faltam uns 34 dias!

Beijos, bom fim de semana a todos!

terça-feira, novembro 11, 2008

Viagem de volta

Ontem ao voltar de Lisboa, ou mais precisamente de Frankfurt onde fiz conexão, peguei o maior susto quando vi o meu lugar no avião. Estava aí sentado ao meu lado um homem do tamanho (de metade) do mundo. Ainda bem que me tinha lembrado de pedir assento no corredor, como sempre prefiro. Se tivesse me sentado aí na janela, teria entrado logo em pânico. Senti alívio quando a menina em frente de mim veio me perguntar se posso trocar com ela porque teve o irmão dela lá atrás. Infelizmente queriam que o gordão também trocasse e não consegui fugir dele. Bom, nesta vez me senti muito pequena e até que não me incomodou tanto, e ainda bem que foram apenas duas horas de viagem. Mas se o mesmo acontecer em dezembro no meu caminho de Amsterdão a São Paulo (12 horas de viagem), não sei se aguentarei mais...

Se tirar esse pormenor, que por fim nem estragou nada, adorei a minha viagem de volta. Tive comigo o romance "Uma Vida Inventada" de Maitê Proença, do que gostei muito (ou seja: gosto, pois a viagem terminou um pouco cedo demais e não deu para chegar ao fim ainda). Esse foi um dos vários livros que comprei no sábado, agora só faltam os momentos de tranquilidade para me dedicar a eles.

Agora me sinto um pouco gripada. Espero que não piore nada, porque tenho muito trabalho para esta semana.

Bjos, e já volto com os temas prometidos... ou pelo menos com algum deles.


domingo, novembro 09, 2008

A Cidade da Luz

Sim, acho que Lisboa é uma verdadeira cidade da luz. Cada vez que estou aqui no inverno fico impressionada com a luz maravilhosa que aqui tem mesmo nos meses mais escuros. Novembro que é o mês mais triste aí no norte (no fim do mundo) e pensei que aqui também poderia ser cinza. Mas que nada, encontrei uns dias de sol, especialmente hoje.

Hoje fiz um passeio calmo a Estoril e Cascais para aproveitar o sol de novembro :) Até teve gente na praia (bem, claro que poucas pessoas) e eu friorenta senti calor com casaco preto. Foi tudo de bom!


Depois volto com mais histórias, alguns temas possíveis: viajar sozinha (tema de sempre), meu amor por Lisboa é recíproco ou não, Alfama (também um tema repetido).
Beijinhos, boa semana!

quinta-feira, novembro 06, 2008

Não acredito...

... como o tempo correu tão rápido
.... e assim não postei nada faz muito tempo
... que hoje já estou indo a Lisboa, para passar um bom fim de semana na minha cidade favorita.
...que realmente já estamos em novembro e ainda me sinto super bem e feliz!

Depois da minha mini-viagem provavelmente não terei muitas novidades para contar, só poderei repetir o que sempre falei a respeito dessa cidade.

Beijos a todos, já volto...

segunda-feira, outubro 27, 2008

Sem título

Hoje tentei editar o layout do blog. Ainda está desesperadamente em construção, mas pelo menos comecei uma renovação (lenta, rs).

O tempo aqui está piorando, ontem choveu o dia inteiro. Por outro lado foi um bom pretexto para ficar em casa o dia inteiro! E olhem a previsão de tempo, não podemos esperar muita coisa nesta semana. Mas tudo bem, não me desanimei ainda :)


No sábado teve mais uma festa de aniversário, nesta vez a do Rhaoni e do Rodrigo. Foi tudo de bom poder estar presente e encontrar com os amigos de novo. Valeu Rhaoni por ter me convidado! Também adorei reencontrar o Robson e outros amigos que não tinha visto faz um tempão.

Na foto (emprestada do Rhaoni): Robson, eu e Rhaoni

Estou precisando dum final de semana mais calmo, mas fazer o que, mais festas estão chegando. Sábado que vem vai ter um evento de trabalho que começa de manhã e só termina de madrugada, com direito a "uns" copos, algumas bandas etc. Já tenho medo de tudo isso :)

Bom, acho que é só isso por hoje! Continuem a visitar aqui, tá?

Beijos, boa semana para todos!

quinta-feira, outubro 23, 2008

Um lindo dia de outono



Ao ver a natureza, já parece que o outono está chegando ao seu fim e agora é só esperar o inverno (com neve, quem sabe) tomar conta de nós...



Eu que não gosto do frío, não sinto nenhuma falta das temperaturas mais baixas nem da neve. Apesar do frio "normal", este outono tem sido suportável, na verdade não sofri muito (se não falarmos dos dedos brancos que de vez em quando estão presentes na minha vida), mas sei que tempos piores estão batendo na porta.

Ainda bem que vou ter essas minhas viagens. Tenho (quase) certeza que me ajudam para sobreviver mais um inverno!

Beijos

domingo, outubro 19, 2008

Um relatório básico

Mais uma vez tive uma semana corrida e um fim de semana com ótima programação. Apesar de o cansaço tentar me pegar às vezes, estou super bem humorada e sim, feliz!

Como prometido, ontem (depois de um bom treino na academia) fui cortar o cabelo, não deixei cortar tanto assim, mas dá para sentir o cabelo um pouco mais leve. Depois fui pra casa para descansar um pouquinho e de noite teve a festa de aniversário do meu amigo Roberto. Foi muito legal, teve pouca (mas boa) gente, reencontrei uns bons amigos e conheci novos.


Apesar da noite longa e com "alguma" cachaça, hoje me senti bem e deu para encontrar com as minhas amigas Annina (valeu pela Visão!) e Tiina também. Sinto muito que não tive tempo para visitar Ancelika e Rebecca (que fez 8 anos na sexta), então fica pra próxima.

Outra coisa: nasceu pontualmente (?) a Bia, filha da Patricia e do Cássio. Parabéns!

Beijos, boa semana e que sejam felizes :)

sexta-feira, outubro 17, 2008

Esta minha vida previsível

Estou super bem humorada e feliz apesar de alguns imprevistos desta semana. Mas tenho que avisar logo que este post (como eu, como este blog) vai ser muito chato, só mostra como sou previsível. Já devem saber do que falo e quais são as "novidades" de hoje!

Então eu não tinha essa necessidade, nem a típica louca vontade de viajar neste outono, certo? Já falei que o tempo tem voado, que estou mais feliz com a minha vida que nunca (será?), mesmo estando na mesma, no mesmo emprego, e muito sozinha nesta minha vida etc etc.

E o que é que aconteceu? Ontem num instante comprei a passagem (infelizmente também a volta) a Lisboa, como se comprasse comida no supermercado. Depois fiquei pensando: "hummm, foram apenas uns 300 euros..." De noite claro que acordei e pensei: certo, mais quatro noites num hotel, compras, jantares, noitadas... Ahh, tudo o bom que só Lx me oferece! Então vai ser um gasto adicional, mas espero que valha muito a pena, como sempre :) Nem tinha entendido o tamanho de saudade que sinto por essa cidade minha. Como falei a Solange: é bom ter isso tudo: a minha Lisboa, o meu Bairro, o meu SLB, e claro que a minha Bahia que me espera em dezembro!


Beijos, e que vivam a vida como ela merece ser vivida!


terça-feira, outubro 14, 2008

Mais uma experiência...

Hoje fui a dentista, no serviço público, o que não tinha feito depois de ter ido à escola (talvez com uns 18 anos). Agora simplesmente não quero/posso gastar centenas de euros (ou até mais) com isso e assim resolvi ver como funciona hoje em dia e na minha cidade.

Bom, como alguns de vocês talvez já saibam, já sofri dores depois das férias em agosto e daí até hoje (uns dias mais, outros menos).
Por exemplo no dia (e no dia anterior) da festa do Paulo estava mal mesmo e quase resolvi ficar em casa...
Duas vezes tentei marcar uma consulta (para o mesmo dia) sem conseguir. E claro que nem sempre pude tentar por causa do trabalho e pensei em aguentar até novembro, para quando já tenho a hora marcada. Então, hoje foi que a dor venceu a minha teimosia... E ainda bem que fui, tenho um dente muito doente que precisa de mais tratamento ainda, mas entendi que dá/deu para salvá-lo.

Quanto ao servi
ço público, com certeza é chato marcar consulta lá, e além disso tive que esperar uma hora lá antes de ser atendida (atrasos...). De qualquer modo fiquei com a impressão que o dentista trabalhou bem e quis me ajudar, o que não posso falar do atendimento das recepcionistas por telefone. Quase não me deixaram marcar consulta etc. Podem imaginar que já pirei com elas!

Mas agora estou melhor, espero que tudo corra bem com esse coitadinho de dente.

Uma música que hoje não sai da minha cabe
ça: Tu Recuerdo.

Beijos para todos!

domingo, outubro 12, 2008

Vida simples = vida boa

Oi gente,

Depois de uma semana cheia de trabalho não fiz muitos planos para o final de semana, aliás, durante a semana não tinha tempo para pensar em nada (exceto trabalho). De qualquer maneira acabei fazendo muita coisa divertida. Na sexta visitei uma amiga "vizinha", que mora bem perto de mim, mas mesmo assim já fazia algum tempo que não colocamos a conversa em dia. Sábado amanheceu feio: cinza e chuvoso. Fiz um ótimo treino na academia, fui rápido a Sello (shopping) para fazer umas compras, tomei umas cidras com a galera do prédio e de noite saí primeiro à casa da Ancelika e daí continuei a Lux.


Lux continua um mistério para mim, sempre me perco lá! Quer dizer, as duas vezes que lá fui, fiquei perdida de um jeito ou outro. Agora o pior foi que na saída já não me lembrei onde é que tinha deixado o casaco, rsrs. Bom, talvez não volte pra lá tão brevemente :)

Hoje, depois de ter recuperado da ressaca, que nem foi das piores, fui fazer uma boa caminhada em Nuuksio. Foi muito agradável, o dia estava lindo, não fazia muito frio e estava bem acompanhada. O que mais se pode pedir num dia de domingo?

Foi só isso, nada de grande coisa, mas gosto da minha vida assim! Tá bem, talvez não goste do meu lado bêbado, mas acho que estava precisando disso também.

Para o próximo final de semana já tenho planos: finalmente vou à cabeleireira! Com certeza notaram na foto que meu cabelo cresceu muito, então já chegou a hora de cortar um pouco.

Beijos, boa semana!

quarta-feira, outubro 08, 2008

É só trabalho!

Olá amigos!

Muito obrigada pelos parabéns, o sucesso do post anterior foi uma boa surpresa :) Admito que estes dias tenho andado assim ocupada que nem tenho lido os blogues dos meus amigos como costumo, mas vou tentar visitá-los depois, ok?

A foto acima foi tirada hoje do lado do prédio onde costumo passar os dias úteis, e nestes dias tenho ficado lá demasiado tempo. O tempo simplesmente voa e um dia de trabalho de 8 horas não chega para nada. Por enquanto nem me incomoda tanto, só sinto mal sempre quando perder uma aula de reggaeton ou tempo para academia. Depois de trabalhar umas 10-12 horas já fico sem energia para outras coisas boas.



Quem mora em Helsinque (ou Espoo/Vantaa/Turku/Oulu/Tampere...) já deve saber que voltaram à cidade os dias malucos. Hoje passei rapidinho por Stockmann sem comprar nada, acreditam? Talvez vá pra lá outra vez nesta semana ainda para ver se encontrar algo. Só que na segunda-feira comprei dois pares de sapatos só por acaso, então... e também devia pensar os custos de reveillon já.

O final de semana correu bem, aproveitei a ótima companhia dos amigos, porém sem festas ou alguma programação especial.
Só que uma pessoa conseguiu me chatear um pouco, mas isso passou rápido. Talvez conte essa história outro dia, tá bem? Pois não sou capaz de (d)escrever tudo isso agora, cansada demais...

Beijos para vocês, bom resto de semana!

quinta-feira, outubro 02, 2008

Dois anos de vida pública


Primeiro, quero dar mais uma vez os meus parabéns ao meu querido amigo Paulo, quem já teve a festa de aniversário no sábado, mas hoje é o dia certo!

Segundo, tenho que mencionar que este blog também fez anos nesta semana. Então parabéns, obrigada por existir! Quer dizer, agradeço a todos vocês por estarem presentes (pessoal e) virtualmente. Sem vocês este espaço público sobre a minha vida já estaria morto. Depois do primeiro ano (faz um ano) coloquei o NeoCounter para contar as visitas do blog e daqui a pouco vai ter 10 mil visitas. Não é nenhum recorde mundial, mas estou vendo que cada dia alguém passa por aqui. Às vezes dá medo, claro, mas como um dia resolvi ter uma vida pública, por enquanto não tenho nenhuma intenção (ou motivo) de fugir, enfim não tenho segredos, sou um livro aberto, como costumo falar.
Este blog já trouxe umas boas surpresas, até amizades. De jeito nenhum este é um lugar para poucas pessoas, todos estão bem-vindos (se sabem se comportar, claro). Então Mayara, muito obrigada pela sua visita, que seja bem-vinda sempre!

Quanto à minha vida, continuo sem novidades, estou com alguns sonhos, mas estou calminha, sem "demasiada vontade"
de viajar antes de natal, acho. Portanto, estes dias de chuva não me podem fazer bem. Tinha pensado em fazer uma caminhada em Nuuksio um dia destes, mas com essa chuva não dá. Melhor ir à academia e às aulas de reggaeton...

A foto acima é de Nuuksio, mas do outono passado.

Beijos para todos, bom final de semana!

terça-feira, setembro 23, 2008

Acontece na Finlândia

Tanto que se fala do bom sistema de educação finlandês e tal...
E o bem-estar (literalmente!), é verdadeiro?

O que acham que nos contam as notícias de hoje? E talvez saibam que faz pouco tempo que aconteceu a mesma coisa numa outra escola finlandesa...

Leia por exemplo no Jornal de Notícias
ou no Estadão para saber mais.

segunda-feira, setembro 22, 2008

iPhotos

Fotos de outono...

quinta-feira, setembro 18, 2008

Dia-a-dia, sonhos, um equilíbrio então!

Oi gente!

Obrigada por terem visitado meu blog, apesar de eu estar meio ausente. A correria de outono está me pegando, mas estou bem (ainda). Às vezes sinto o cansaço a chegar, como vejo os dias cada vez mais curtos e tal. Admito que já vi vôos para algumas cidades, mas continuo a tentar resistir, a sério! O problema é que queria (de certa maneira) ir tipo a Londres ou a Amsterdão, mas o meu sonho agora é Madrid. Sim, sonho... como já deu para entender, nestes dias estou sonhando muito com tudo, rs. Madrid simplesmente não sai da minha cabeça, não tem nenhum motivo especial, não pensem isso. Só que não me canso com essa cidade, e além disso é boa para comprar sapatos. :) Bom, de qualquer jeito, seria melhor se conseguisse ficar aqui os próximos 3 meses. Tenho gastado muito dinheiro e tenho uns sonhos de consumo também, tipo iPhone ou pelo menos iPod touch, mas ainda estou com dúvidas.

Ahh, o show de Juanes foi legal, mas não gostei nem um pouco do lugar (Helsingin jäähalli/Ice Hall/não sei a tradução em português...pois o estádio onde se joga hóquei no gelo). De qualquer jeito foi um bom show para dançar e para se divertir na noite de domingo. Nestes dias de outono não pode mesmo faltar uma boa música, acho que é mais do que essencial. Também acho as aulas de reggaeton um alívio enorme.

Acho que é só isso que tem na minha vida agora: sonhos, luta contra o cansaço, trabalho, academia, dança...

Beijinhos e bom final de semana (já está quase)!

sexta-feira, setembro 12, 2008

Esperando o show de Juanes (e sonhando...)




Hace mucho tiempo no me enamoraba de unos ojos tan bonitos
comunes de lozano brillo
Era lo que menos en mi plan estaba
aunque te admito que a veces soñaba
con la belleza de tu mirada


Quiero llevar el ritmo de tu corazón
para bailar entre los dos esta canción
la verdad, me estoy volviendo a enamorar
la verdad, quiero que sepas que....

Lo que yo siento por ti, es amor
Ganas que me hacen util, el corazón
droga que me hace inmune, ante el dolor
gotas de agua dulce, rayo de sol.

Llevame, de ser preciso, por la semblanza de tu sombra
yo se que tu prendes la luz y en mi vida te asomas
como las blancas palomas, cuando la plaza se toman
con vuelo inmortal

Quiero llevar el ritmo de tu corazón
para bailar entre los dos esta canción
la verdad, me estoy volviendo a enamorar
la verdad, quiero que sepas que....

Lo que yo siento por ti, es amor
Ganas que me hacen util, el corazón
droga que me hace inmune, ante el dolor
gotas de agua dulce, rayo de sol

Es lo que siento por tí

/Juanes: Gotas de agua dulce

sábado, setembro 06, 2008

Filândia, filandês...

Acho que entre os meus leitores existem pessoas como eu, para quem o título deste post chama logo atenção (e irrita!). Mas, infelizmente a maioria (??) dos portugueses e dos brasileiros que conheço (morando fora da Finlândia e que não conhecem este país tão bem) não sabem como se escreve o nome deste país no fim do mundo. Tudo bem, eu também escrevo muitas vezes (muitas coisas) errado e não quero que corrijam cada palavra/frase, mas Finlândia... o que tem de difícil nessa palavra? Acho muito mais lógico falar Finlândia do que Filândia... Me expliquem a origem da (palavra) "Filândia"! Entendo que às vezes acontece que falta uma letra e tal... assim eu também posso acabar escrevendo filandês etc.

Este post foi inspirado por um blog, onde um português achou estranho escrever Finlândia assim como se escreve. Infelizmente já não encontrei esse blog. (António, se lembra? Estava aí no "A Finlândia nos blogs" de Lusofin faz uns dias...)

Também acho engraçado que tem gente que confunde Finlândia com a Nova Zelândia :)

Beijos, bom fim de semana para todos (na Finlândia/Filândia ou em qualquer lugar no mundo)!

quinta-feira, setembro 04, 2008

Viajar no tempo

Uma forma de viajar no tempo é fazer fotos de si no yearbookyourself, que pelo visto se tornou muito popular nestes dias. É só ver os perfis dos amigos no facebook e se nota que muitos viajaram no tempo para o passado... Eu também fiz e adorei :)

Hoje tentei viajar para o passado de outra maneira também: vi as fotos antigas, desde o ano de 1989 - bons tempos aqueles! Muitas lembranças e um pouco de vergonha com o cabelo e com as roupas... Claro que tive um certo motivo de ver as fotos, mas essa já é outra história!

Beijocas

domingo, agosto 31, 2008

She´s a maniac...

Quem me dera fazer Body Combat na praia assim:



E este é um dos melhores tracks de sempre (só que neste vídeo a música e o treino não combinam - que chato, mas não encontrei o "Maniac" assim como se treina!).



Apesar de ter épocas de dança, Body Combat é algo que fica, faz tão bem ao corpo e à alma (na aula pode se imaginar qualquer coisa depois de um dia chato no trabalho, rsrs).

Desisto - o outono chegou!

Ou seja, o outono aqui começa oficialmente amanhã, 1º de Setembro (já a palavra setembro em finlandês, syyskuu, inclui a palavra outono). Já se nota que os dias estão bem mais curtos do que no verão, acho que nesta semana já vai ter aquele dia que ao sair pro trabalho tenho que entrar na escuridão. Tristeza. Pois na semana passada já acordei sem ver os raios de sol, então...

Se falarmos do tempo em forma das temperaturas, este ano foi um outono contínuo, então talvez faça ainda mais frio em setembro, mas como também não tivemos um verão verdadeiro, a diferença é mínima. Mesmo assim, têm algumas coisas que vão mudar, hábitos que quis ter no verão, mas de quais agora é preciso desistir. Tipo odeio usar meias e andei o agosto todo (apesar de frio e chuva) sem meias, a maioria de mês com sandálias e calças curtas (calças jeans capri).

Agora tenho um problema sério (hehehe, muito sério mesmo) com sapatos, tenho sim muitas sandálias, mas sapatos para outono/inverno finlandês quase não tenho nada! Além disso, não gosto nada dos sapatos que se encontram aqui, tenho que fazer um grande esforço para não viajar para alguma cidade onde a-do-ro comprar sapatos, rs. Brincadeira, não vou viajar nada, acho...
Mas olhem aqui como estava a entrada da minha casa ontem antes de fazer uma arrumação (hoje já não tem sandália ou chinelo nenhum).
Esta foto também deve contar muito de mim, como (apesar de gostar de comprar sapatos) sou uma pessoa simples e pouco feminina - os que me conhecem, já sabem isso, mas acho que a maioria dos leitores não sabem tanto de mim, alguns até podem ter uma imagem errada. (Também dá para ver que não costumo/não gosto de arrumar a casa todo o tempo!)
Na verdade não entendo como vocês (mulheres!) têm espaço para os sapatos? Têm um quarto extra para eles? Pelo menos não podem morar num apartamento pequeno como eu... Realmente já não sei onde colocar... não, não quero mostrar onde e como eles estão agora, coitadinhos!

Pois é, o outono vai chegar, queremos isso ou não. Mas como já falei antes, vou tentar curtir o que é bom, ir às aulas de reggaeton e body combat, encontrar com os amigos quando puder, ficar em casa à vontade, sem obrigação de fazer nada. Vamos ver como esta receita funciona nesta vez!

Beijinhos, que tenham uma ótima semana!

quinta-feira, agosto 28, 2008

É só trabalho, academia, música...

Olá amigos!

Não entendo como é que não tenho tido tempo para atualizar o blogue, pelo menos não posso inventar que estou tãããoooo ocupada o tempo todo, pois não estou! Mas sim, tenho malhado bem, tenho ido à academia mesmo nos dias difíceis. Só que hoje me dei um dia de descanso antes de final de semana. No final de semana, se não sair (o que é raro) é muito bom para academia, sem aquele cansaço depois de dia de trabalho. Além disso, costumo dormir muito (mas muito mesmo!)...
Domingo voltei à aula de reggaeton e espero que consiga ir mais vezes neste outono! Admito que a tentativa do ano passado (ou foi no início deste ano??) foi péssima.

Além de malhar, tenho trabalhado - alguns dias mais, outros menos. Faço muito esforço para não pensar em viagens, não sonhar com as coisas que agora não posso realizar. Mas ontem já aconteceu que um amigo meu deu uma dica de México que é irresistível e espero poder ir lá ano que vem. Não foi só México que estava pensando, mas o Caribe todo, + alguns lugares na África. Bom, mas agora é só manter os pés no chão, apesar de ter planos quase feitos para o (próximo) futuro, rsrs.

Música é que me ajuda muito, mas também traz saudades. Nestes dias quase não escuto música brasileira, é mais música latina.
Esta canção de Chambao é demais (nenhuma novidade): Pokito a poko.
De reggaeton não tenho muitas novidades, continuo apaixonada por muitas músicas colocadas aqui antes. Mas Daddy Yankee é algo que não pode ser esquecido: Somos de Calle


Também acho que vale a pena antecipar o concerto de Juanes, que finalmente chegará em Helsinque em 14 de setembro (primeiro foi marcado para o final de julho e só ontem ouvi que foi adiado e ao mesmo tempo resolvi ir com uma amiga que teve uma entrada para vender!). Tres

(Sou engenheira, mas na verdade muito anti-engenheira... tipo já não sei colocar vídeos do Youtube com uma imagem e tal (embed), não sei se mudou algo no Blogger ou no link do youtube que se coloca aqui?! Se tem um engenheiro mais engenheiro do que eu aqui visitando o meu blogue meio "burro", é só falar e me ajudar - caso não resolva o problema vou usar os links assim como estão agora, ok?)

Bom, foi só para falar que tá tudo bem comigo, aliás, assim como sempre!

Beijos, até...

terça-feira, agosto 19, 2008

Felicidade... pode aparecer do nada!


Oi pessoal! Tudo bem?

Este post é só para falar que hoje estou surpreendentemente feliz! Não sei por que, nem acredito que este meu bom humor dure para sempre. E também sei que daqui a pouco já me desanimo por causa de certas preocupações com saúde (chatas e quase inevitáveis).

Mas foi para falar da felicidade... então hoje, apesar de ter ficado demasiadas horas no trabalho (mas foi porque gostei, imaginam?), ainda fui à academia e de qualquer jeito no caminho pra casa me senti super bem, pensei que "quero mais dias como este!". Adorei (e adoro!) a minha liberdade (para outros se chama solidão insuportável), como é bom não ter "hora de voltar pra casa" e quando chegar, tenho todo o tempo só para mim. Na verdade nunca me queixei disso. Ficar sozinha em casa pode ser muito bom, e ainda melhor é num dia como hoje!

Agora devem pensar que enlouqueci totalmente... nesse caso, tentem pensar que é bom eu ter um dia sem muitas reclamações :) Pois sabem que esses dias ainda chegarão...

Beijos e que sejam felizes!

domingo, agosto 17, 2008

Festa da Tiina

Oi amigos!

Esta semana foi algo corrida, especialmente no trabalho! Além disso, a vida social continuou ativa: na sexta encontrei novamente com a Ancelika depois de trabalho e ontem teve festa de aniversário da Tiina. Não tinha muitas expectativas, porque não conhecia nenhuma das convidadas (foi uma festa de mulheres só) e o tempo estava horrível. Mas aí fui eu, com uma garrafa de vinho e enfim, pronta pra festa. E foi muito bom, gostei da galera, tomei uns copos a mais (e sinto todos eles na minha cabeça hoje!), mas mesmo assim acho que valeu muito a pena ;) Até que saímos pra noite e nesta vez finalmente fui a Lux.
Como saio pouco, conheço mal as boates de Helsinki... mas foi uma experiência boa, só que de qualquer jeito perdi a galera e só a reencontrei no final da noite. Na verdade não sei bem o que aconteceu, e o que fiz lá sozinha esse tempo todo, rs. Bem, devo ter ficado na pista de dança mesmo, pelo menos é só isso que me posso lembrar...
Ahh, a nossa "viagem" a Lux também foi bem divertida, chamámos um taxi karaoke, levámos vinho espumante conosco e podem imaginar o resultado ;)

Então hoje é dia de ressaca, agora não tem jeito...
Beijinhos, boa semana!

quarta-feira, agosto 13, 2008

Vida social!?


Como o tempo passa rápido, de novo! Daqui a pouco já devemos estar em dezembro e eu indo à Bahia, rsrs. Nem por isso... mas queria ter mais tempo para o meu querido blogue, às vezes até tenho idéias de posts, mas depois fico esquecendo ou já não faz sentido postar algo do passado.

Mesmo assim, vou colocar aqui (apenas) uma foto de sábado passado, quando fui dar meus parabéns a Lidi (uns dias depois de aniversário dela). Só que fiquei praticamente sem fotos e não consigo roubar fotos dela no orkut :(
No sábado ainda me senti um pouco doente e sem vontade de maior festa. No domingo já estava melhor, fui malhar e encontrei com uma amiga de Turku (Katja) que veio buscar o irmão dela (Juha, também muito querido! Isso só se ele passar por aqui, rs) do aeroporto. Também conheci o filho da Katja, quem apareceu com camisola de Portugal, um rapaz bem educado hein!
Depois começou a semana de trabalho de novo. Trabalho está ok, nestes dias não tinha muito para reclamar, apesar do fato que na verdade está tudo na mesma e posso pirar qualquer momento, ou talvez não? Se tentar ficar com mais calma...
Na segunda encontrei com uma outra amiga, Hanna, quem mora bem perto de mim. Fui ver as fotos deles de Portugal - eles (ela e o marido) foram lá ao mesmo tempo comigo.
Na terça ainda fui visitar Ancelika, Rebecca e Sami (namorado da Ancelika) - acham que estou exageradamente social nestes dias? ;) Como talvez saibam, com os finlandeses também não é fácil combinar coisas... mas as razões são outras, é porque achamos sempre que não temos tempo. Fingimos andar muito ocupados e na verdade as nossas vidas não estão tão cheias de vida. Não, não quero generalizar, sei que tem gente com pouco tempo mesmo, mas tenho pensado muito nisso e até pesquisado o "problema" como um "produto derivado" duma outra pesquisa... mas isso já faz parte do trabalho e não vou falar mais!
Então hoje ainda tinha pensado encontrar com a Annina, mas resolvi começar a ser mais antisocial já e trabalhei em vez daquele encontro. :) Fingi que sou muito ocupada...
Agora como estou muito ocupada (pois tenho que ir dormir!), salvo vocês destas historias sem sentido e prometo voltar a escrever no próximo futuro!
Beijos, se cuidem!

sábado, agosto 09, 2008

Preguiça pós-férias


Primeiro quero pedir aos possíveis novos leitores que não levem os meus posts tão a sério/literalmente. São meus pensamentos, sim, sou muito franca, mas mesmo assim às vezes posso provocar e sem explicações adicionais depois de cada frase claro que podem me entender mal. E sabem que sempre podem comentar, entrar em contato comigo etc para a gente trocar umas idéias, se quiserem. Ok?
É isso com que me preocupei nos últimos dias ;) Não... mas sempre fico pensando se ofendo alguém, nesta vez talvez meus amigos tugas.

Estes dias depois de férias correram bem no trabalho, consegui fazer o que foi preciso e mais urgente (acho), mas desde anteontem sofro com uma dor de garganta e cansaço anormal (sem febre). Fui ao médico ontem, mas não encontrou nada. Além disso, estou com a maior preguiça de arrumar a casa, nem desfiz a mala ainda (claro que já tirei e lavei a roupa suja, mas ainda tem muita roupa lá...) e em casa só queria dormir :) Sou uma dorminhoca, né?
Bom, agora tenho que fazer um esforço e arrumar um pouco aqui em casa, mesmo que não seja muito... Depois, se não me sentir muito doente, vou dar os meus parabéns à Lidi, uma amiga que não vejo há muito tempo - simplesmente porque eu tenho fugido das festas todas.
Ótimo final de semana a todos vocês! Beijinhos

quarta-feira, agosto 06, 2008

Pensamentos pós-férias

Já estou de volta na Finlândia. As férias correram rápidamente, na primeira semana em Lisboa não fiz nada porque pensei que ainda tenho muito tempo e na segunda pensei que já não vale a pena fazer alguma coisa especial, pois já não tenho muito tempo para curtir do que mais gosto: Lisboa, Costa da Caparica e Bairro alto, rs. Acabei não saindo muito de Lisboa, fui duas vezes a Sesimbra, uma vez a Peniche (como já falei) e outros dias passei na Costa de Caparica ou em Cascais/Estoril. Quanto à noite, se alguém pensou que pudesse sair da rotina de ir aos meus bares favoritos, estava errado... :) Talvez por isso também não fizesse muitas amizades novas.

Tenho que voltar a falar desse negócio chato de combinar/não combinar algo com homens, neste caso com os tugas. Como falei, comigo só acontece que eles mandam mensagens, sem ou com promessas, deixam esperar em vão e enfim ou não aparecem, ou demoram demais ou cancelam tudo (depois de ter deixado esperar muito). Como eu sou uma menina crédula (sim, infelizmente), ainda não o aprendi (porque apesar de tudo quero acreditar na amizade, na confiança e até no amor) e mesmo nestas férias caí muitas vezes na mesma! Claro que também existem pessoas que nem prometem nada e respeito mais isso! Bom, o lado ruim é que quando eu estiver na fase de não quer combinar nada, fico ofendendo pessoas que sinceramente (??) queriam encontrar comigo. E por outro lado, também já não tenho energia de combinar tanta coisa com os amigos mais queridos. Bem, com esta confusão toda quero mais "acusar" a mim do que os outros. Eu é que deixo que me aconteçam essas coisas...

Como deu para entender, as minhas férias costumam incluir tanto coisas maravilhosas como algumas decepções e irritações. De qualquer jeito esses momentos bons vencem sempre. Final de semana passado (os últimos dias que fiquei em Lx) foi ótimo, adorei a praia, adorei o Bairro, adorei as pessoas com quem conversei etc. Depois desses dias, mais uma vez, foi difícil voltar pra casa. Nem preciso de falar que o tempo aqui está ruim, hoje de manhã quando saí pro trabalho, fez apenas 8 graus - é esse que se chama verão? Mas não tem jeito, aqui estou, um longo outono/inverno à minha frente! Força...
Beijinhos!