terça-feira, junho 08, 2010

Perguntas


Nestes dias (ou semanas) tive que responder a tantas perguntas, ou seja, a maioria das vezes às mesmas de sempre:

Você se casou? Nem sabia que tinha namorado...
Você casou no Brasil? Sério??
Quantos anos é que ele tem?
O que é que ele faz?
Quanto tempo é que vcs já namoravam?
Você vai se mudar pro Brasil? Ele já veio a Europa?
E agora? E agora? E agora? O que vocês vão fazer, onde vão morar?

É normal que as pessoas perguntem, mas quando todos perguntam as mesmas coisas, você ouve essas perguntas 10 vezes por dia... já não tenho paciência de responder, já fico irritada, envergonhada, confusa... enfim, não sou muito a chamar atenção, não estou acostumada a ter tantas pessoas interessadas pela minha vida, ou pelo menos curiosas sobre a mesma. Para algumas perguntas nem tenho respostas prontas, e acho que algumas outras não têm importância.

O pior (ou o melhor?) é que o meu próprio pai me pergunta as coisas sem parar - e olha que antes ele me mandava uma mensagem em média uma vez por três meses. Deve querer muito que eu vá embora logo, só pode ser... ;)


7 comentários:

Blog da Bianca disse...

As perguntas costumam nunca parar depois que você fica noivo ou se casa. Depois que estiverem vivendo juntos, continuaram caindo mais e mais perguntas, a vantagem é que elas mudam um pouco :) (Vc´s vão ter filhos ?... blablabla :)...o importante é vc´s dois estarem bem!
Beijos e toda felicidade do mundo!

Teea disse...

Obrigada, Bianca :)
Sei, só que "esta fase" surpreendeu tantas pessoas...
Mas tá tudo bem, mais fácil seria ter o marido ao meu lado. Agora, de certa maneira, tudo ainda parece um pouco irreal. Acho que por isso as perguntas incomodam tanto. Sei que apesar da distância ele está sempre perto, mas preciso sentir a presença dele logo...

Beijos

Maariah disse...

As pessoas perguntam por curiosidade, por querer saber, por acharem estranho, por não esperarem, não sei. A essas Teea não entre em muitos detalhes. As que te querem bem perguntam por gostarem de ti, por estarem preocupadas (afinal é uma mudança) e a essas dê confiança. O importante é o que se passa entre vocês os dois. Felicidades.

Tânia disse...

Ai Teea, confesso que até eu faria milhares de perguntas a você, por curiosidade confesso, mas não por mal, mas sim porque me interesso pelas mudanças na sua vida. Acho você muito corajosa e com certeza muito apaixonada...e claro...acho que está certíssima...sempre temos q buscar a felicidade. Tente não se preocupar ou se estressar, não vale a pena.

até sábado!!

bjos

Chris Pessoa disse...

Imagina! tenho certeza de que é preocupacao de pai.

Quanto ao resto das pessoas, é que elas sao metidas mesmo. :-)))

Eu posso só te fazer 2 perguntas? Nada a ver com o casamento, mas sao curiosidades que tenho desde que conheci seu blog.

Voce é finlandesa? (acho que sim)
Como aprendeu a falar portugues tao bem?

Bjs!

Teea disse...

Verdade, Chris... você entendeu o meu ponto de vista, né? ;)

Sim, sou toda finlandesa. Uma vez já escrevi sobre isso aqui no blog:

http://teeasi.blogspot.com/2009/04/teea-ela-e-baiana-ou-alfacinha.html

Beijos, ótimo fim de semana!

Chris Pessoa disse...

Ah, dúvidas sanadas. :-)))
Parabéns! Eu acho o português (pelo menos o do Brasil) difícil de aprender. Regras e tempos verbais demais... :-)))
Bjs!

ps.: A Bahia é mesmo tudo de bom!